A Hand2Hand oferece uma forma inovadora de lucrar com as suas viagens. Pode descarregar aqui e continue a ler para saber como pode maximizar os seus ganhos.

Que tipo de viajante é?

Tudo depende do contexto: será que prefere viajar de barco de porto em porto? Ou está constantemente a saltar de avião em avião levando uma vida de nómada digital? Quer fazer uma viagem de carro ou ir à boleia?

O que acontece é o seguinte: lembra-se daquele filme dos anos de 1940 onde aparecem centenas de pessoas a entrar a bordo de um DC-10 carregadas de enormes malas de viajem? Provavelmente já se terá apercebido que isso é coisa do passado. Hoje em dia todas as companhias aéreas cobram elevadas taxas para cargas de porão onde são contabilizadas para custo final o peso, o volume, as dimensões e o destino da sua viagem.

Por isso, seja inteligente – faça bem a sua bagagem. O melhor a fazer é escolher uma mala individual, semi-rígida que não exceda os 152,4 cm (60 in). Esta é a medida máxima permitida pelas companhias aéreas para malas de mão.

Faça uma lista – e volte a confirmar

 

Pode parecer realmente óbvio, mas a maior parte das pessoas não o faz. O melhor a fazer é, geralmente, ter mais do que uma lista conforme a finalidade da sua viagem: uma lista para um par de dias de viagem de negócios, uma outra se for para uma semana de férias no estrangeiro e por aí adiante. Isto irá ajudá-lo a reduzir o stress e a cumprir um método.

Destinos surpresa? Não há problema, só terá que escolher uma das listas pré-definidas e reunir tudo o que precisa. Não irá precisar de desperdiçar o seu Poder de Decisão a fazer escolhas sem desnecessárias. Esse trabalho já foi feito.

Para além disso reveja a lista de vez em quando. A experiência irá ensiná-lo que itens irá precisar e quais não serão necessários.

Lembre-se da regra de ouro: tenha disponível o dobro do dinheiro que determinou ser preciso e na mala metade das coisas que acha que vai precisar.

 Nunca irá precisar de metade do que leva na bagagem

Normalmente grande parte da sua mala será composta por roupa, itens de higiene pessoal e medicamentos. No entanto, a maior parte dos destinos para os quais irá provavelmente já terão muitos desses artigos. Existem casas de pronto a vestir (Zara, Springfield, H&M, etc.) em todas as grandes cidades do mundo.

O escritor Rick Steves limita-se a levar um par extra de calças, quatro camisas, roupa interior e meias necessárias para os dias que tem de viagem, uma camisola e ou um blusão leve ou um sobretudo quente se a temperatura do destino assim o exigir. Mesmo com itens extra como o computador portátil, câmara fotográfica e elementos de toilette, nunca excede os 9kg de bagagem (fonte: Steves).

Veja, com antecedência, a meteorologia

Mais uma vez avisamos para que não tente antecipar todas as situações possíveis. Escolha roupas leves invista nos básicos. É possível vestir apenas com os básicos. Não tente levar muitas coisas, vai se arrepender posteriormente, assim que se aperceber que usou as mesmas 5-6 peças de roupa o tempo inteiro. Tente também seguir a regra de ‘’uma entra, a outra sai’’. Se comprar alguma peça para fazer o lugar de outra, não conserve as duas. Doe ou veja se se livra dela, se estiver em más condições. Se for para um destino mais frio, use várias camadas de roupa o que irá fazer com que haja pouca circulação de ar e assim consiga conservar melhor o calor. Use roupa interior inteira feita em seda ou um material sintético, vista-as por baixo da sua roupa, isso irá aquecer o seu corpo como um sobretudo quente.

Não se esqueça de levar uma camisola pouco pesada e um blusão corta vento para o abrigar da chuva, geada ou neve.

Se for para um destino mais quente, remova as camadas respetivamente.

Tire alguns minutos para lavar a sua roupa

 Se puder despender 10 minutos ao final do dia, irá reduzir o numero de artigos na sua mala ao lavar a sua roupa interior, meias, camisas ou calças no seu quarto de hotel, enquanto toma banho ou numa lavandaria local. Repito que irá ficar bem e com estilo usando apenas o básico e uns ténis de trilho pretos. Não se esqueça de levar também um par de chinelos.

Não se tente auto-medicar

 Arranje um seguro de saúde internacional para resolver algum azar que possa ter. Dependendo da zona do mundo onde estiver, talvez seja até mais eficaz apenas saltar para o avião e encontrar um centro de saúde privado em algum lado. Por isso não leve medicamentos para todas as situações. Arranje alguns antibióticos, algumas aspirinas e não pense em mais nada.

Arranje uma mala confortável

 É possível que vá estar durante muito tempo a carregar por vários lugares a sua mala. Arranje uma mala que tenha características especiais, com boas alças de ombros e com cerca de 35 a 60 litros de capacidade. Certifique-se que arranja um bom oleado para a chuva se for para um destino de clima tropical, por exemplo se for em alturas de intemperis.

 

Arranje muitos sacos-estanque! Estes são um milagre, na realidade. Arrume tudo dentro destes sacos e verá o quão bem organizadas as suas coisas estarão. Agrupe artigos que estejam relacionados entre si, como artigos de higiene, computador portátil/cabos de telemóvel e carregadores, cartões bancários e dinheiro, medicamentos, etc. no final de contas irá começar a sentir que conseguira sobreviver com muitos poucos itens. Agora tem o máximo de espaço disponível na sua mala e poderá lucrar ainda mais com a nossa app!

Verifique o numero máximo e produtos permitidos na fronteira

 Com a sua pro-atividade descubra o que pode passar nas fronteiras e o quanto é permitido desses mesmos produtos levar. Lembre-se que deve fazer essa verificação atempadamente para que possa descansar e passar um bom tempo com a Hand2Hand. Aqui vai uma boa ferramenta para si para verificar se/como são as taxas de fronteira que deva ter em conta – www.dutycalculator.com.

Não se preocupe com espaço

 Se for num cruzeiro, pode relaxar me relação as recomendações anteriores. Arranje um trolley e é só isso. Quase as rotas de cruzeiro têm pelo menos 5-6 paragens em terra. Veja quais são as suas paragens de ante mão na opção Viagens (e as datas respetivas) e faça uma listagem dos artigos pedidos de cada porto. Quanto mais cedo o fizer mais poderá ter ótimos resultados. Aliás, poderá capturar uma fotografia de artigos interessantes que encontre durante a sua viagem e coloca-los á venda pelo preço que entender.

Se viajar pela estrada, então está com sorte. Possivelmente não terá tantos problemas de espaço e poderá carregar produtos um pouco mais pesados. Hand2Hand trabalha de uma ótima forma entre diferentes localidades, dentro de qualquer país. Certifique-se que insere a sua viajem na opção Viagens da aplicação Hand2Hand algum tempo antes e faça-se á estrada!

Boas viagens,

A Equipa Hand2Hand

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *