Hoje poderíamos falar de vodka no nosso blog, mas não vamos. Todos vocês sabem que iriamos provavelmente precisar de uma noite inteira para falar sobre isso.
Decidimos então falar sobre vinho. Fiquem connosco pois iremos dar informações que talvez não saibam e demonstrar como o vinho e a Haqnd2Hand ligam tão bem.
Todos os que neste momento nos estão a ler sabem o que é a Hand2Hand e conseguirão adivinhar onde queremos chegar. Mas convidamos os nossos caros leitores a acompanharem-nos para que saibam exatamente o que procurar.

Um Copo de (História do) Vinho
Para começar, gostaríamos de vos dar umas luzes sobre o que é esta bebida ancestralmente conhecida.
O vinho, a par do hidromel, é provavelmente a bebida mais antiga mundo e, definitivamente, a mais apreciada. Tem feito, desde sempre, parte da evolução cultural e comercial do nosso mundo e podemos admirar a sua representação em várias peças de arte ou conhecer a sua presença em documentos históricos ou de literatura ao longo dos milénios.
De facto, se viajarmos um par de milénios até ao passado, podemos descobrir que tanto a Civilização Grega como a Romana, tinham até os seus próprios deuses referentes ao vinho – Dionísio e Baco, respetivamente. Sabemos também que o vinho, até nos dias de hoje, tem uma ligação religiosa – pela Igreja Católica, por exemplo, o vinho representa o Sangue de Cristo.
Mas, na verdade, foi a Era do Império Romano que tomou o passo mais importante para a produção e comercialização do vinho. Quando os Romanos invadiram a Gáulia (França, nos dias de hoje) conquistaram uma região chamada Bourdeaux, uma terra rica e conhecida pelo seu vinho. Rapidamente os Romanos aprenderam que poderiam espalhar as vinhas e reproduzir as mesmas técnicas por outras regiões da Europa. E assim tudo começou. A produção e consumo de vinho começou a florescer por todo o Império e muitas vezes até a ser utilizado como moeda de troca. Na realidade, muitos dizem que o vinho foi como os Romanos negociaram com os Nórdicos a divisão territorial Europeia.
Nos dias de hoje, todos os continentes do mundo produzem o seu próprio vinho, com as suas características mais especificas: o seu próprio sabor, cor, textura e aroma. Para além disto, também muito vinho foi bebido e muita história foi escrita.

À Vossa Saúde: Os Países Mais Exportadores do Mundo
De acordo com a Organisation Internationale de la Vigne et du Vin (Organização Internacional das Vinhas e do Vinho), as vendas de exportação de vinho a nível global, no ano passado, ultrapassaram a quantia de US$32,4 biliões, registando um aumento de 1,7% em apenas um ano, de 2015 para 2016.
De todos os continentes produtores de vinho, aquele que mais se destacou foi a Europa, valendo 69,5% das exportações mundiais de vinho. O continente da Oceânia, liderado pela Austrália e Nova Zelândia, foi seguido pelos exportadores das Caraíbas e América Latina (com a excepção do México). A Ásia superou a América do Norte, sendo África o continente que ocupou o último lugar na lista.
Em resumo, estes foram os 10 países que exportaram o maior valor, em dólares, em 2016:
1. França – US$ 9.1 biliões
2. Itália – US$ 6.2 biliões
3. Espanha – US$ 3 biliões
4. Chile – US$ 1.9 biliões
5. Austrália – US$ 1.7 biliões
6. E.U.A. – US$ 1.6 biliões
7. Nova Zelândia – US$ 1.1 biliões
8. Alemanha – US$ 1 bilião
9. Argentina – US$ 816.8 milhões
10. Portugal – US$ 804.5 milhões

À Vossa Saúde: Os Países Mais Importadores do Mundo
O valor em importações de vinho, apresentado pela WTEx (World Top Exports), teve um total de US$ 32.9 biliões, em 2016.
Mais uma vez, a Europa ganhou a tabela das importações com 48,8% do total a nível global. Os Norte Americanos ficaram em segundo lugar, com 23,8%, enquanto que a Ásia estabeleceu-se no terceiro lugar com 21,5%. No entanto devemos sublinhar que os mercados mais emergentes neste segmento, desde 2012, foram a China, Hong Kong, E.U.A. e França.
Apresentamos agora a tabela do Top 10 de países/mercados que mais importaram vinho, num valor de dólares em 2016:
1. E.U.A. – US$ 5.8 biliões
2. Reino Unido – US$ 4.1 biliões
3. Alemanha – US$ 2.7 biliões
4. China – US$ 2.4 biliões
5. Canadá – US$ 1.8 biliões
6. Hong Kong – US$ 1.6 biliões
7. Japão – US$ 1.5 biliões
8. Suiça – US$ 1.1 biliões
9. Holanda – US$ 1 bilião
10. Bélgica – US$ 998.9 milhões

Um Brinde às Curiosidades:
. Bom, alguém sabe o número de terrenos destinados a vinhas na Europa? De acordo com um estudo feito em Abril de 2017, Espanha tinha uma área total de 975 kha, enquanto que França, Itália, Portugal e Roménia ocupam os lugares seguintes, respetivamente. Fora da Europa, a China aparece em primeiro lugar com um número impressionante de 847 kha, seguida pela Turquia, E.U.A., Argentina e Chile.
. Sabia que toda a gente gosta de vinho? Nesse mesmo estudo, podemos mostrar que, no ano 2000, o mundo consumiu perto de 225mhl. Mas este número apareceu com uma tendência para aumentar, como aliás se verificou nos anos seguintes. Em 2016 foram consumidos mais de 242mhl por todo o nosso planeta.
. Alguma vez se perguntou quais países são os maiores produtores de vinho? Bem, nós podemos saciar essa vontade de conhecimento: o primeiro lugar pertence à Itália, seguida de França, depois Espanha, E.U.A e Austrália.
. Para finalizar, se você que nos está a ler é um viajante, podemos dizer-lhe quais os países onde vender um set fantástico de garrafas de vinho este Natal: os principais consumidores de vinho são os E.U.A., França, Itália, Alemanha, China e Reino Unido.

Agora que lhe contámos algumas boas histórias e apresentámos informações fantásticas, é tempo de fazer umas contas e nós vamos ajudá-lo como, em menos de 10 passos. Espere, o quê? Não acredita que é possível?
Vamos lá então:
1. Descarregue a aplicação Hand2Hand (sem qualquer custo);
2. Registe-se na plataforma (também sem qualquer custo);
3. Associe a sua conta PayPal (para aceder ao pagamento seguro);
4. Escolha uma qualquer garrafa de vinho que deseje;
5. Espere um momento até um viajante combinar consigo o preço;
6. Receba o vinho e pague ao viajante;
7. Convide amigos para o jantar e
8. Ponha um enorme sorriso ao beber esse vinho especial.

Nós na Hand2Hand gostamos de mostrar as fantásticas oportunidades que pode ter ao utilizar a nossa aplicação. São muitas vantagens e nós nem precisamos de fazer um esforço para pensar em que exemplo lhe mostrar a seguir. Aliás, é tudo tão simples e tranquilo…como beber um copo de vinho em casa, em frente à lareira este Natal. Todos nós gostamos disso!
Não se esqueça de descarregar a nossa aplicação na AppStore, só tem que clicar aqui.

Desejamos-lhe tudo de bom,
A Equipa Hand2Hand

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *