Hoje vamos falar das dez cidades mais visitadas do mundo, em 2016.

 

10. Barcelona

 

A cidade do Modernismo é a grande atração do Mediterrâneo e para muitos dos cruzeiros, ou paquetes, esta cidade é o ponto de partida nas suas rotas e onde até muitas destas companhias estão sediadas. Todos os anos, cerca de 2,7 milhões de visitantes dirigem-se a esta cidade para começar a sua aventura a bordo das mais bonitas e luxuosas embarcações.

Considerada uma das melhores cidades do mundo para viver, é uma referência no que toca à arquitetura e ao planeamento urbano. Para além disso, é também o local onde residem algumas das mais importantes e influentes coleções e museus de arte do mundo (de artistas como Miró, Tapies, Picasso ou Dali). A Sagrada Família (ainda em construção) é uma das mais impressionantes construções do mundo e considerada por muitos como a grande obra prima de Gaudi, cujo trabalho se apresenta espalhado por esta magnifica cidade (Casa Milà, Casa Battlò, Park Güell, entre outras).

 

9. Hong Kong

 

Tendo sido uma colónia britânica até 1996, esta cidade é considerada o filho rebelde da China. A sua quantidade imensa de habitantes conseguem, com sucesso, misturar a civilização Ocidental com as tradições milenares Chinesas.

É a base e centro de muitas sedes de instituições financeiras e serve de ponte entre o Este e o Oeste. É uma das cidades mais seguras do mundo, bem como uma das mais caras.

Devemos acrescentar que, sendo um ponto de charneira entre a China Continental e o resto do Sudeste Asiático, faz com esta cidade seja muito procurada como local de grande negócios.

 

8. Kuala-Lumpur

 

Onde estão erigidas as Torres Petronas, a cidade de Kuala Lumpur fica próxima de Singapura. Na verdade, não é estranho ver habitantes de ambos os países atravessarem a fronteira, em busca de produtos mais baratos vendidos pelo seu vizinho. Esta é uma importante cidade de negócios.

 

7. Singapura

 

A cidade-estado de Singapura é, na verdade, constituída por 63 ilhas, com vistas maravilhosas e praias de areia sem fim. Singapura é um centro de influência que se manifesta pela presença de quatro idiomas distintos – Mandarim, Inglês, Malaio e Tamil. Tudo isto resulta numa gastronomia fantástica.

É uma das atrações para serviços de logística e centro financeiro do Sudeste Asiático.

 

6. A Pérola do Bósforo

 

Localizada entre o Este e o Oeste, Istambul assistiu, durante eras, a Impérios que ora cresciam, ora colapsavam. Também conhecida milenarmente por Bizâncio e, mais tarde, Constantinopla, Istambul foi a capital do Império Bizantino, a capital do Império Romano do Oriente e a capital do Império Otomano. É um local de convergência de religiões, filosofias, guerreiros e mercadores.

Apesar da recente instabilidade política, Istambul continua a chamar milhões de turistas todos os anos. Alguns dos seus monumentos mais marcantes são a Igreja de Santa Sofia, a Mesquita Azul e o Palácio Topkapi.

 

5. A Cidade que Nunca Dorme

 

Nova Iorque foi já visitada por 12.75 milhões de pessoas, só em 2016. A cidade do arquétipo dos arranha-céus modernos é, na verdade, um centro de numerosas comunidades onde cada uma contribui com os seus produtos especiais oriundos da América Latina, das Caraíbas, do Médio-Oriente, da Europa e da Ásia.

 

4. Construída Para Impressionar

 

O Dubai é a cidade que se segue de que iremos falar, apesar de poder parecer um tanto estranho. Como é que uma cidade, construída no meio do deserto, onde até à trinta anos atrás nada existia, pode ser um ponto de referência no Médio-Oriente e uma das cidades mais visitadas do mundo? Bem, tudo no Dubai é, na realidade, projectado para deslumbrar. A cidade do Burj Khalifa (o arranha-céus mais alto do mundo, com 829,80m de altura) atrai um número crescente de turistas, especialmente viajantes em negócios.

É também a casa de inúmeras comunidades de emigrantes, sendo que a falta de mão de obra qualificada do país não é suficiente e por isso necessitam da mesma oriunda de outros pontos do globo.

O Dubai é, sem dúvida, sinónimo de um luxo ostentador e é possível encontrar tudo o que seja possível imaginar. Também os souks – mercados tradicionais – oferecem uma grande variedade de produtos de todo o Golfo Pérsico, como especiarias ou joalharia.

Em 2016, o Dubai foi visitado por 15.27 milhões de pessoas.~

 

3. ‘’Teremos Sempre Paris’’

 

A famosa frase do filme ‘Casablanca’ é intemporal. Mais de 18.03 milhões de pessoas visitaram, em 2016, aquela que é conhecida como a Cidade das Luzes. Desde os cadeados da Pont Neuf, que seguram promessas de amor eterno, ao acordeonista  junto ao Musée du Louvre tocando músicas de Edith Piaf, tudo na capital francesa evoca o romance. Conhecida mundialmente como um símbolo de glamour e sofisticação, mas também por ser o berço de muitas revoluções, Paris, definitivamente, guarda em cada um de nós um espaço muito próprio.

Em Paris é possível encontrar todos os produtos mais magníficos e brilhantes que França tem para oferecer – alta costura, queijos, vinhos, acessórios, etc…

 

2. A Jóia da Coroa

 

Na nossa lista, a cidade que se segue é Londres. O ano passado, cerca de 19.88 milhões de pessoas visitaram esta incrível cidade. É muito fácil nos perdermos no meio dos constantes eventos e actividades que a capital inglesa tem para nos oferecer.

Apesar de ser uma das cidades mais caras do mundo, é possível encontramos também as maiores pechinchas e todos os tipos de produtos exclusivos. É também uma cidade que apresenta um grande número de entradas livres em museus, que se apresentam como alguns dos melhores do mundo – como exemplos, o British Museum ou o MOMA.

Por isso, qualquer viajante que se aventure em low-cost (bem, perto disso) pode disfrutar desta fantástica cidade.

 

1. Bangkok

 

O primeiro lugar da nossa lista vai para Bangkok. Cidade de uma cultura exótica com 21.47 milhões de visitantes só no ano passado. É uma cidade de vida noturna intensa, principalmente na Rua Khaosan e Patpong.

É possível visitar os templos budistas de Wat Ardun e Wat Pho, construídos no século XVII. Outro ponto alto da cidade são os mercados flutuantes de Damnoen Saduak e Amphawa, onde junto a comidas deliciosas se pode encontrar uma larga coleção de produtos artesanais (que iremos definitivamente abordar num próximo artigo).

Esperamos que tenha apreciado a nossa viagem pelas dez cidades mais visitadas do mundo e que vos tenhamos enchido a alma com vontade de partir em novas aventuras e descobertas.

E não se esqueça para beneficiar com as suas viagens basta descarregar o nosso aplicativo para iPhone aqui!

Boas compras e boas vendas,

A Equipa Hand2Hand

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *